image/svg+xml image/svg+xml image/svg+xmlimage/svg+xmlimage/svg+xml Como fazer um screencast: um guia de 6 passos e ferramentas úteisComo fazer um screencast: um guia de 6 passos e ferramentas úteisComo fazer um screencast: um guia de 6 passos e ferramentas úteisComo fazer um screencast: um guia de 6 passos e ferramentas úteisComo fazer um screencast: um guia de 6 passos e ferramentas úteisComo fazer um screencast: um guia de 6 passos e ferramentas úteisComo fazer um screencast: um guia de 6 passos e ferramentas úteisComo fazer um screencast: um guia de 6 passos e ferramentas úteis

Vloggers iniciantes e especialistas em e-learning que querem fazer screencasts para cursos de treinamento. Assista ao vídeo em inglês ou leia este artigo para aprender como fazer um screencast. O seguinte vídeo está em inglês:

Passo 1. Faça um plano e escreva um script

O entusiasmo é muito fácil. Se um vídeo não engajar o espectador comum em 10 segundos, ele o fechará. Os primeiros momentos de um vídeo devem atrair o espectador e dar-lhe motivos para assistir ao que você tem a apresentar.

Não use os primeiros cinco segundos do seu vídeo para dizer às pessoas o nome da sua empresa; use-os para compartilhar porque elas devem continuar assistindo. Isso pode ser feito com um diálogo ou gráficos.

Matthew Pierce

Embaixador de Aprendizagem & Vídeo da TechSmith Corporation

Então prepare um script. Não pule o script. Ele vai ajudá-lo:

  1. Torne seu screencast mais conciso. Indivíduos que gravam um vídeo com apenas marcadores geralmente adicionam informação desnecessária. Com um script, você irá focar na mensagem.
  2. Pense em alguns pontos de discussão e dicas que tornarão a lição mais útil. Uma abordagem é o mapeamento de ações. Pense nisso da perspectiva de qual conhecimento precisa ser transferido, ou talvez até mesmo qual problema precisa ser resolvido (por que eles estão aprendendo), em seguida, defina as ações que precisam ser realizadas para fazê-lo.
  3.  Descubra o que você deve mostrar. Você tem que determinar se você quer descrever tudo que está acontecendo na tela ou se você está ok com os visuais que apoiam o script. O uso de uma narração o torna significativamente mais envolvente e eficaz, com texto ou gráficos para destacar pontos principais. O lado negativo para uma boa narração: Seu conteúdo irá exigir mais tradução/localização para outros idiomas.
  4. Evite pausas desnecessárias durante a gravação. Lembra daquele script? Se você fizer “um” e “ahh”, você deve voltar e escrevê-los!
  5. Reduza o tempo para edição de vídeo: você não precisa cortar frases desnecessárias e mesclar diferentes partes da faixa de áudio.

Escrever um script é de fato intuitivo. Em um vídeo instrucional, comece com uma declaração sobre o objetivo. No meio do screencast, você precisa descrever o tópico com todos os detalhes para transferir o conhecimento necessário para resolver o problema. Mantenha-o enxuto (enxuto é interessante). No final, você pode fazer um resumo e passar pelos pontos principais mais uma vez se seu vídeo for longo. Se ele for curto e focado em um tópico, a repetição pode não agregar valor. Você também pode querer dar ao espectador uma ação que ele possa executar. Isso também ajuda a ancorar ainda mais o aprendizado.

Por exemplo, se seu vídeo é sobre criar um novo template do PowerPoint, ao invés de recapitular as etapas, convide os espectadores a realmente fazê-lo. Se você estiver preocupado se o espectador irá lembrar os passos, é provavelmente melhor fornecer um material de suporte ou folheto fácil de abrir em outra janela, download ou imprimir.

No final, dê uma pequena prévia da próxima lição.

Escreva o script em tom de conversa, sem frases complexas ou muitas siglas e jargões.

Não há problema em usar contrações, e até gírias. Mantenha seu público em mente — usar um idioma mais informal fará seu vídeo mais fácil de entender e, com sorte, deixará seus espectadores à vontade com o apresentador.

Matthew Pierce

Embaixador de Aprendizagem & Vídeo da TechSmith Corporation

Para garantir que o texto funcione, leia-o em voz alta. Isso ajudará você a notar frases complexas ou transições estranhas. Há partes no script que não soam natural? Em caso afirmativo, faça os retoques necessários.

A mesma passagem escrita em tom descritivo e coloquial
Descritivo Conversacional
iSpring Learn é um Sistema de Gerenciamento de Aprendizagem simples, mas eficaz, projetado para ensinar e avaliar funcionários ou alunos online que, além de fornecer aos alunos acesso rápido e simples a seus cursos, permite que você crie seus próprios materiais de aprendizagem e dá a você controle total sobre o processo de aprendizagem. iSpring Learn é um Sistema de Gerenciamento de Aprendizagem simples e eficaz. Ele é projetado para ensinar e avaliar funcionários ou alunos online. O LMS fornece aos alunos acesso rápido e fácil aos cursos. O sistema também permite aos produtores de conteúdo criar materiais de aprendizagem e gerenciar a experiência de aprendizagem.

Você também pode verificar a legibilidade do texto no Hemingway. Esta ferramenta de edição online o ajudará a encontrar frases complexas, advérbios em excesso e construções de voz passiva que você pode transformar em voz ativa.

verifique a legibilidade do texto

Ao escrever seu script, certifique-se de escolher palavras que tenham um propósito. Faça cada palavra lutar pelo seu lugar no script. Se a palavra não estiver ajudando o espectador a entender ou ir para o propósito do vídeo, considere removê-la. Um script conciso é mais compreensível. Seja direto.

Passo 2. Escolha um microfone

Um fone de ouvido ou um microfone embutido de um laptop são ferramentas ruins para narração. Ruídos de fundo ambiente tais como assobios, estalos ou ecos podem aparecer na gravação. Use um microfone separado para fazer gravações de tela.

Primeiro, defina o tipo de dispositivo que você precisa:

  • Microfones dinâmicos bloqueiam bem o eco da sala e ruídos de fundo. Muitos deles são usados por músicos em concertos, onde não há tempo para processamento de som.
  • Microfones condensadores, ao contrário, captam até mesmo o tique-taque de um relógio. Mas se você gravar a sua voz em completo silêncio, você poderá obter um som decente usando este tipo de dispositivo. Microfones condensadores são mais usados em estações de rádio.

Outra consideração importante é como ele será conectada ao seu computador:

  • Microfones XLR são de alta qualidade de som, mas estão conectados a um computador através de uma placa de som externa ou de um adaptador especial. Você precisa comprá-lo separadamente.
  • Microfones USB podem ser conectados em uma porta USB disponível no computador. É muito mais fácil. No entanto, a qualidade do som é, às vezes, pior do que a dos dispositivos XLR.

Aqui você pode ver seis microfones que são bons para narradores começarem:

Samson Q2U
~ $ 45.94
Blue Snowball Ice
~ $49.00
SE ELECTRONICS X1
~ $129.00
Microfone dinâmico
Assista a uma avaliação e ouça
Microfone condensador
Assista a uma avaliação e ouça
Microfone condensador
Assista a uma avaliação e ouça
Audio-Technica AT2020
~ $79.01
Blue Yeti USB
~ $127.99
Rode Podcaster
~ $229.00
Microfone condensador
Assista a uma avaliação e ouça
Microfone condensador
Assista a uma avaliação e ouça
Microfone dinâmico
Assista a uma avaliação e ouça

Acessórios úteis para microfone

Estes acessórios podem ajudar a alcançar um som puro, mesmo que você esteja gravando uma voz na rua ou em um apartamento ao lado de uma construção.

Um escudo de isolamento de microfone silencia parcialmente sons extras no ambiente e filtra o eco. Como regra, ele é colocada atrás do microfone. Este vídeo está em inglês:

O vídeo mostra como uma voz soa com e sem escudo de isolamento

Um filtro pop suprime ruídos respiratórios, suaviza os sons sibilantes “s” e “sh” e bloqueia plosivas como “p” “b” e “t”, que podem atingir o máximo de decibéis e às vezes causam corte de sinal. Você também pode assistir a este vídeo em inglês:

Um exemplo de como funciona um filtro pop

Passo 3. Instale software de gravação de tela & edição de vídeo

Além de um microfone, você precisará de uma ferramenta de gravação. Para o termo de pesquisa “download de software de screencast”, o Google retorna cerca de 1.320.000 resultados. Entre elas estão algumas avaliações e sites de desenvolvedor onde você pode baixar o software. Simplificando para você, selecionamos três ferramentas para diferentes tipos de tarefas:

Para YouTube

YouTube tem uma opção para fazer screencast e edição de vídeo. Para começar, você só precisa criar uma conta — você não precisará instalar nenhum software especial, exceto talvez um complemento no navegador. Você pode gravar sua tela na página de Streaming Ao Vivo do YouTube. Quando você terminar de gravar um vídeo, ele será exibido no seu painel de vídeo do YouTube. Você pode editá-lo e depois baixá-lo para o seu computador no formato MP4. Disponível para Windows e Mac.

Para gravação longa

iSpring Cam Pro é um software de screencast. Ao usar essa ferramenta, você pode fazer gravações de tela com narradores, gravações de tela picture-in-picture, tutoriais de software com anotações e vídeos de treinamento profissionais. iSpring Cam Pro torna fácil o compartilhamento de seus vídeos. Você pode enviá-los para o seu EaD, enviar para as partes interessadas ou publicar no seu canal do YouTube. O vídeo é gravado no formato MP4. Disponível para Windows. O iSpring Cam Pro esté incluso no kit de ferramentas de criação iSpring Suite que está disponível no idioma português.

Para um curso de aprendizagem

iSpring Suite é um conjunto de ferramentas de criação para criar cursos de treinamento em PowerPoint. Ele tem um estúdio de edição de vídeo profissional integrado onde você pode gravar vídeos da sua tela e/ou webcam.

Parte do vídeo tutorial “Como agendar um treinamento no iSpring Learn LMS”

Além disso, iSpring Suite permite que você adicione dicas, pesquisas e questionários aos screencasts, misturar faixas diferentes, colar fragmentos de vídeo e adicionar transições suaves entre as cenas.

Fragmento de vídeo montagem no iSpring Suite

Você pode inserir a gravação de tela em um curso de treinamento, baixá-la para o seu computador no formato MP4, ou enviá-la para o YouTube. O kit de ferramentas tem um teste gratuito de 14 dias.

Disponível para Windows e Mac. Em seguida, informaremos detalhadamente como fazer um screencast no iSpring Suite.

Passo 4. Prepare o ambiente para gravação

Não importa o quão bom seja um microfone, ele não pode filtrar ruído de fundo do ambiente. É por isso que você precisa se preparar antes de gravar:

  • Escolha uma sala pequena para gravar. Em uma sala grande, sua voz vai ecoar mais alto nas paredes.
  • Feche bem as janelas, desligue telefones, computadores, ventiladores e quaisquer outros aparelhos. Certifique-se de que sua cadeira não faça barulhos.

O ambiente não deve estar vazio, caso contrário o som ficará oco, como se você estivesse sentado no banheiro.

Se você planeja continuar fazendo suas próprias narrações e screencasts, construa lentamente um tratamento acústico na sua área de gravação; invista em algo como uma Cabine de Som. Se você não tem um espaço de gravação dedicado, coloque cobertas pesadas, cortinas pesadas, qualquer coisa que você puder para colocar massa entre o seu espaço de gravação e o mundo exterior.

Bryan Olson

Artista da dublagem

Dica: Pendure um aviso “No Ar” na porta para que colegas ou crianças (ou ambos) não tropecem em sua sessão.

Passo 5. Prepare sua voz para gravação

Você precisa ler o texto de uma forma clara e convincente. É difícil fazer isso se você estiver distraído: pronunciar palavras corretamente ou decidir qual sílaba acentuar. Antes de gravar, leia o script em voz alta várias vezes. Aqui está uma coisa que você provavelmente não sabe: não coma sementes de girassol ou nozes antes de gravar, caso contrário, você terá cócegas na garganta. Em vez disso, tome um chá de limão 10-15 minutos antes da gravação. Isso irá acalmar as suas cordas vocais e aprofundar sua voz e deixá-la mais “limpa”.

Durante a gravação, é incrivelmente importante usar o microfone corretamente. Ele não deve estar muito longe da sua boca, porque vai pegar mais ruído ambiente, nem deve estar muito perto, porque pode gravar sons indesejados e maximizar os decibéis, como já foi mencionado antes. Certifique-se também de que o volume seja ajustado corretamente, para que o efeito final tenha um belo formato de onda cheia sem nenhum corte de sinal.

Respirar naturalmente também é essencial. Ninguém quer ouvir um robô, mesmo que esse robô tenha uma bela voz. Você quer soar como se estivesse conversando com alguém ou ensinando alguém. Você não está apenas lendo palavras de uma página. Você está tentando torná-las vivas, mesmo com material de treinamento.

Bryan Olson

Artista da dublagem

Dica: A postura também afeta a qualidade da gravação, então mantenha as costas retas. Ao mesmo tempo, a barriga deve estar dilatada e o peito deve etar para a frente. Uma postura correta ajudará sua voz a se tornar mais forte e mais expressiva.

Passo 6. Grave o screencast

Aqui estão algumas dicas que ajudarão você a fazer um screencast de alta qualidade:

  • Antes de gravar, remova objetos indesejados da gravação. Ninguém quer ver a barra de ferramentas com o botão iniciar se ela não vai ser usada.
  • Desligue pop-ups e notificações de mensagens, para que você não precise regravar o vídeo depois que uma mensagem da sua mãe aparece no canto.
  • Faça screencasts com uma resolução de 1280×720 px (720i). Se você fizer uma resolução menor, o espectador não poderá ver claramente o que está acontecendo na tela, e haverá margens pretas em torno do vídeo depois de enviá-lo para o YouTube.
Gravação de tela com resolução de 640×480

Gravação de tela com resolução de 640×480

Gravação de tela com resolução de 1280×720

Gravação de tela com resolução de 1280×720

  • Faça pausas. Se você precisar organizar seus pensamentos ou beber um pouco de água, faça uma pausa. Apenas profissionais de primeira classe podem fazer um screencast na primeira tomada. O principal é o conteúdo de alta qualidade.

Grave voz e tela separadamente. Isso ajuda a evitar gravações extras. Por exemplo, se você disser uma linha incorreta, você não terá que regravar o que está acontecendo na tela. Basta ler o parágrafo complexo mais uma vez e sincronizá-lo com o vídeo.

Irina Chumanova

Gerente de desenvolvimento de produto iSpring

  • Remova cenas de vídeo indesejadas. O screencast deve começar assim que o espectador clicar no botão Iniciar. “Ar morto” no início e no final da lição é uma perda de tempo. Corte clipes indesejados (pedaços de vídeo ou som) sem piedade.

Como gravar um screencast no iSpring Suite 9

Depois de instalar o iSpring Suite 9 no seu computador, você verá uma aba adicional no PowerPoint. Para gravar um vídeo, clique no botão Grabación de pantalla.

Gravar um screencast no iSpring Suite

Você pode editar o som e a imagem, adicionar dicas, colar fragmentos de vídeos e aplicar transições entre os vídeos imediatamente após a gravação.

Compartilhe seu trabalho!

Para compartilhar um screencast, insira-o em um curso de treinamento, salve-o no seu computador ou envie para o YouTube.

Você pode experimentar o iSpring Suite agora. Obtenha um teste gratuito de 14 dias. Versão Completa. Rápido para implantar. Rápido para ser aprendido.

Pontos importantes

  • Escreva um script para que você não tenha que regravar sua voz várias vezes…
  • Use um microfone USB dinâmico para gravação. Ele ajuda a reduzir o nível de ruído de fundo. Além disso, ele pode ser facilmente conectado ao seu computador.
  • Grave o som em um ambiente pequeno — há menos eco nele.
  • Não coma sementes de girassol ou nozes.
  • Grave vídeos em uma resolução de 1280×720 px (720i) para evitar margens pretas ao redor do vídeo.
  • Grave voz e vídeo separadamente.

Gostaríamos de expressar nossa gratidão aos seguintes especialistas por compartilhar seu conhecimento e experiência:

Matthew Pierce,

Embaixador de Aprendizagem & Vídeo da TechSmith Corporation

Matthew Pierce, Embaixador de Aprendizagem & Vídeo da TechSmith Corporation, cria vídeos para aprendizagem e marketing há mais de uma década. Ele é o principal responsável pelos programas de certificação TechSmith Academy e Camtasia. Matthew é palestrante em muitas conferências focadas no aprendizado e desenvolvimento e marketing. Ele é um colaborador regular de várias publicações de treinamento. Matthew tem Mestrado em Tecnologia de Sistemas Instrucionais pela Universidade de Indiana.

Bryan Olson, Artista da dublagem

Bryan Olson, um artista de dublagem em tempo integral, empresta sua voz confiável às empresas em todo o mundo. Bryan fez gravações para empresas mundialmente famosas como a Sega, Toyota, JC Penney, Heineken, Oracle, IaaS, Ipsen e muitas outras. Ele se especializou em gravação para televisão, comerciais de rádio, vídeos explicativos, treinamento corporativo, e-learning, narrações, videogames e audiolivros para um público internacional.

iSpring Suite
Ferramenta de criação com editor de vídeo prático
Saber mais
 

Veja como iSpring Suite torna a criação de cursos fácil e rápido