image/svg+xml image/svg+xml image/svg+xmlimage/svg+xmlimage/svg+xml O que é LMS (Sistema de Gerenciamento de Ensino)?O que é LMS (Sistema de Gerenciamento de Ensino)?O que é LMS (Sistema de Gerenciamento de Ensino)?O que é LMS (Sistema de Gerenciamento de Ensino)?O que é LMS (Sistema de Gerenciamento de Ensino)?O que é LMS (Sistema de Gerenciamento de Ensino)?O que é LMS (Sistema de Gerenciamento de Ensino)?O que é LMS (Sistema de Gerenciamento de Ensino)?

Michel atingiu uma nova conquista denominada “O Embaixador”. Agora, ele é o número quinze na classificação geral. Mas o que é ainda mais importante, ele está uma posição acima de seu colega Jorge que é de São Paulo (eles já competem há algum tempo). Não, eles não estão jogando World of Warcraft. Na verdade, Michel é gerente de um supermercado que faz parte de uma conhecida rede de varejo. Ele obteve a conquista por concluir o e-curso “Os padrões de serviço.”

Você pode lançar seu próprio recurso de aprendizagem online e implementar os mesmos princípios de um jogo usando um sistema de gerenciamento de aprendizagem ou LMS. Neste artigo, vamos dizer o que é e como isso pode ajudá-lo.

O que é um LMS?

Um LMS é uma plataforma para aprendizagem digital. Suas principais características podem ser encontradas na abreviação.

LLearning (Aprendizado). Com um LMS, você pode criar uma única fonte de cursos online e materiais de treinamento. Isso se tornará uma fonte única de conhecimento em sua área, para que você possa manter e aumentar a expertise interna de sua empresa.

MManagement (Gerenciamento). Você pode gerenciar cursos e alunos e até mesmo melhorar a sua própria eficiência.

Ao contrário dos serviços de compartilhamento de arquivos, um LMS não é apenas um amontoado de arquivos; pelo contrário, é um sistema bem organizado onde você gerencia o processo de treinamento. Para iniciar o treinamento, basta adicionar colaboradores e atribuir cursos.

Você contratou novos colaboradores recentemente? Envie-lhes convites para o curso de treinamento de integração. Está tendo problemas com vendas baixas? Peça a seus vendedores para praticar com clientes virtuais.

Graças a funções como calendário, você poderá atribuir e gerenciar não apenas o treinamento online, mas também as sessões em sala de aula. Dessa forma, um LMS pode ser uma espécie de app de tarefas projetado especialmente para alunos à distância.

SSistema. Sistema de computador, para ser exato. Um LMS automatiza o trabalho mais chato e tedioso, como atribuir notas, processar estatísticas e preparar relatórios. Além disso, você pode treinar seus colaboradores sem sair do escritório, gerenciando todos os processos diretamente do seu computador de trabalho.

Em outras palavras, um LMS é como sua própria universidade online. O sistema permite que você armazene e crie cursos online, fornece aos alunos acesso ao conteúdo e ajuda a avaliar os resultados.

Assista ao vídeo em inglês para ver como funciona um LMS e como ele pode ajudar sua empresa a crescer.

Que tipo de LMS devo escolher?

Agora que você sabe o que é um LMS, é hora de descobrir quais plataformas de aprendizagem existem e como elas diferem. Aqui está uma descrição de diferentes tipos de LMSs:

LMS Corporativo vs. Acadêmico

Tanto os LMSs corporativos quanto os acadêmicos dão acesso a materiais de aprendizagem online e automatizam diferentes aspectos dos processos de treinamento, mas eles têm algumas diferenças.

Objetivos de aprendizado

O aprendizado acadêmico visa a formação de bons alunos que tenham profundo conhecimento dos assuntos e se esforcem para aprender mais. Aqui, o conhecimento teórico é o objetivo final. O treinamento corporativo tem como foco o aprendizado relacionado às aplicações práticas, e um de seus principais objetivos é o retorno sobre o investimento.

Cronograma do curso

Para o treinamento de trabalhadores, os limites de tempo são mais curtos, então um LMS corporativo deve ser flexível para se adequar a todos os prazos e necessidades de negócios. Semestres, bimestres e trimestres — esses são os prazos para as instituições educacionais. Para eles, o LMS deveria oferecer essas unidades de agendamento como feriados, horários de provas, e períodos.

Certificações vs. notas

Uma plataforma de aprendizagem corporativa geralmente oferece a capacidade de acompanhamento e conclusão na forma de certificações. Um LMS acadêmico normalmente acompanha o progresso dos alunos através de seu sistema de avaliação. Ele fornece livros de notas para monitorar a frequência e os resultados das tarefas, bem como manter outras informações para cada aluno na lista.

Ferramentas para aprendizagem social

Outras funcionalidades que uma plataforma de aprendizagem acadêmica geralmente fornece são recursos para criar grupos de alunos para projetos de classe e sessões abertas, fóruns de discussão e uma ferramenta de webconferência integrada.

Atualizações de conteúdo

O conteúdo que os alunos exigem é baseado nas ciências e nas humanidades; é por isso que um LMS educacional não necessita de atualização regularmente. Como as necessidades do mercado mudam rapidamente, um LMS corporativo deve ter a capacidade de atualizar os cursos de forma rápida e fácil.

Gratuito vs. comercial

Geralmente, esse é um dos primeiros desafios que as empresas enfrentam ao escolher um LMS: decidir entre um sistema de código aberto gratuito ou uma plataforma comercial. Na verdade, há um grande equívoco de que todos os LMSs de código aberto são gratuitos. Pode não haver taxa de licença, mas isso não significa que não haja custos. É provável que você gaste mais em sua plataforma de código aberto do que em um LMS comercial, pois pode precisar configurar um servidor e uma arquitetura de hospedagem, personalizar os recursos padrões do LMS, ajustar a marca do site e atualizar regularmente seu sistema. Além disso, se você não tiver talento técnico em sua equipe que possa torná-lo altamente personalizável para sua empresa, seu projeto de e-learning provavelmente fracassará.

A solução ideal para os usuários sem uma base de TI é o software comercial. Normalmente, é muito mais fácil de implantar e usar, oferece serviços de suporte técnico e não requer custos adicionais.

SaaS / LMS na nuvem vs LMS hospedado localmente

Pode escolher um LMS SaaS (Software como um serviço) ou armazenar os dados nos próprios servidores da empresa. Se você decidir hospedar o sistema por conta própria, você será totalmente responsável por todas as especificações do servidor, tempo de atividade e segurança.

Se você escolher um sistema SaaS, ele será o seu fornecedor de LMS que cuida da capacidade do servidor, backups e todas as outras coisas sobre o armazenamento de seus dados de treinamento. Esta é a melhor opção se você não tem uma equipe de TI que possa gerenciar o sistema e lidar com questões de suporte, personalização e escalabilidade. Em vez de gastar tempo gerenciando o LMS, você pode se concentrar na criação de conteúdo de aprendizagem.

Algumas empresas evitam LMSs baseados na nuvem devido a problemas de segurança de dados. Elas acreditam que suas informações armazenadas em um servidor remoto podem ser comprometidas. No entanto, há diferentes maneiras de proteger os seus dados. Por exemplo, assegure-se que o fornecedor de LMS tenha protocolos de criptografia eficazes e irão fazer backup de suas informações.

Criação de curso (LCMS) vs. não criação de curso (LMS)

Para ser mais preciso, um LMS (sistema de gestão de aprendizagem) é uma ferramenta que permite simplesmente distribuir conteúdo pronto. E um sistema que, além disso, tem funcionalidade para criar cursos é chamado de LCMS (sistema de gerenciamento de conteúdo de aprendizado).

Há um equilíbrio complicado entre estes sistemas. Um LCMS tem maiores capacidades de criar e gerenciar conteúdo e-learning enquanto um LMS foca na gestão dos usuários e fornece uma gama mais ampla de experiências de aprendizado. Por exemplo, ele permite que você gerencie formas mais tradicionais de aprendizagem, como agendar um treinamento presencial.

Se você pretende criar cursos internamente, pode escolher entre duas alternativas: comprar um LCMS ou adquirir um LMS e uma ferramenta de criação separadamente.

No entanto, aqui você pode enfrentar dois problemas:

  1. Os editores de cursos integrados geralmente têm sérias limitações funcionais, portanto, você poderá criar apenas cursos ou testes simples.
  2. Nem todos os LMSs e ferramentas de criação são totalmente compatíveis. Por exemplo, pode haver dificuldades em enviar cursos para o sistema ou acompanhar o progresso dos alunos.

Se você deseja evitar problemas de compatibilidade e criar belos cursos interativos, escolha um LMS com uma ferramenta de criação incluída. Por exemplo, iSpring Learn LMS está totalmente integrado com o iSpring Presenter. Essa integração permite que você crie e-cursos com aparência profissional, envie-os facilmente para a plataforma e aproveite os recursos avançados de relatórios.

Quais são os benefícios de um LMS?

Há muitas vantagens óbvias de usar um LMS tanto para empresas quanto para alunos:

Principais benefícios de usar um LMS

Para empresas

Para alunos

reduz os custos de treinamentoacesso ilimitado ao conteúdo de aprendizagem
a qualquer hora e em qualquer lugar
reduz o tempo de treinamento/integraçãofica por dentro do treinamento necessário

mantém padrões de trabalho unificados
entre parceiros e afiliados

aumenta o engajamento com o conhecimento
cria planos de aprendizagem individuaismelhora o desempenho do trabalhador
mede a eficácia do treinamentomelhora a retenção do conhecimento

Se pelo menos alguns desses benefícios estiverem alinhados com seus objetivos de treinamento, um LMS é exatamente o que você precisa.

Quem usa um LMS?

Grandes empresas

As grandes empresas precisam treinar continuamente centenas e até milhares de colaboradores de diferentes afiliadas. Muitos deles usam plataformas de aprendizagem para manter revendedores, franquias e outros canais de vendas atualizados sobre lançamentos de produtos, requisitos de compliance, e mais.

Pequenas e médias empresas 

Você pensa que um LMS é apenas para grandes empresas? Agora, até mesmo uma pequena empresa pode lançar um e-learning para educar os colaboradores e desenvolver suas habilidades com menos recursos humanos e custos de treinamento. Ao capacitar sua equipe com tecnologia, eles escalam o crescimento de seus negócios e se adaptam ao mercado em constante mudança.

Entre os outros usuários do LMS, existem organizações sem fins lucrativos, agências governamentais e instituições educacionais.

Quais tarefas um LMS automatiza?

Aqui estão alguns casos em que usar um LMS é uma boa ideia:

1. Integração

Com um LMS, você pode automatizar a integração do colaborador. Basta criar um programa de treinamento uma vez e atribuí-lo a todos os recém-chegados.

2. Treinamento de compliance

Um LMS pode ajudar você a manter os colaboradores atualizados com as normas de compliance. Com uma plataforma de aprendizado, é fácil atualizar o programa de treinamento — você pode adicionar novos padrões de compliance e ao seu curso online em apenas alguns minutos.

3. Treinamento de conhecimento do produto

Com um LMS, você pode educar os vendedores e outros profissionais sobre os produtos ou serviços da sua empresa. O sistema permite que você forneça treinamento sob demanda, exatamente depois que novos produtos são liberados, e prover atualizações sobre o catálogo.

4. Treinamento de vendas

Um LMS pode ajudar você a ensinar representantes de vendas em diferentes escritórios e locais geográficos como vender melhor. Você pode desenvolver suas habilidades de vendas e comunicação com a ajuda de simulações de diálogo e cursos SCORM, e avaliar seus conhecimentos com testes online.

5. Treinamento de canais parceiros

Um LMS permite que você treine milhares de parceiros em todo o mundo usando o mesmo programa. Você pode educar facilmente seus canais parceiros sobre a melhor forma de comercializar, vender e oferecer suporte aos seus produtos.

6. Base de conhecimento

Todo o conteúdo de aprendizagem é armazenado em um só lugar. Mesmo que os colaboradores não façam um curso, eles podem encontrar facilmente as informações de que precisam, mediante solicitação. Isso é especialmente conveniente para empresas que precisam fornecer treinamento para vendedores em uma ampla gama de produtos.

Como organizar a aprendizagem com um LMS

Vejamos a iSpring Learn LMS como um exemplo em como organizar o treinamento com um LMS.

iSpring Learn é um serviço baseado em nuvem. Isso significa que você não precisa baixar, instalar e configurar o software. Tudo o que é necessário é uma conexão com a Internet e um e-mail para registrar uma conta.

Passo 1: Enviar cursos

Para iniciar o treinamento, você precisa adicionar materiais ao LMS. O processo de envio de conteúdo para o iSpring Learn é semelhante a trabalhar com serviços de compartilhamento de arquivos como o Google Drive ou Dropbox. Clique no botão “Enviar arquivo” e selecione os arquivos do seu computador.

O LMS reconhece apresentações PPT comuns, áudio e vídeo, e documentos, bem como cursos SCORM especiais.

Se você tem muitos cursos sobre um tópico, é uma boa ideia combiná-los em um caminho de aprendizagem para um fluxo consistente, mesmo com os assuntos mais complexos. Você pode personalizar a ordem das aulas e os critérios de avaliação e, se necessário, emitir certificados para os alunos.

Passo 2: Adicionar usuários

Um dos recursos mais úteis de um LMS são as diferentes funções do usuário. Em qualquer LMS, existem 3 tipos principais de usuários:

  • Um usuário ou um aluno. Este é o papel mais comum. Os usuários podem fazer os cursos atribuídos e estudar os materiais disponíveis gratuitamente.
  • Um autor. Um usuário com direitos de autor pode gerenciar o conteúdo de aprendizagem: adicionar e remover cursos e atribuir cursos aos alunos.
  • Um administrador. Além de trabalhar com o conteúdo do aprendizado, um administrador pode adicionar e remover usuários, reuni-los em grupos, e atribuir papéis.

Em pequenas empresas, uma pessoa geralmente tem duas funções: autor e administrador.

Em um bom LMS, os administradores ficam livres do trabalho tedioso, como adicionar usuários manualmente ao sistema, já que a maioria dos processos é automatizada. Por exemplo, você pode convidar alunos por e-mail ou importar uma lista de um arquivo XLSX.

Assim como na aprendizagem tradicional, os alunos podem ser divididos em grupos. Por exemplo, você pode separar “novatos” de “profissionais” ou dividi-los de acordo com suas áreas de trabalho: vendas, segurança ou produção.

Passo 3: Entregar conhecimento

Depois que seu conteúdo for enviado e as funções de usuário forem atribuídas, você estará pronto para apresentar os cursos aos seus alunos. É você quem decide se deseja conceder acesso a todos os usuários ou convidar alguns deles por e-mail. Talvez você queira vender seus cursos? Com um LMS, isso também é possível.

E quanto ao lado dos alunos? LMSs modernos como o iSpring Learn permitem que os alunos obtenham novas informações diretamente de seus dispositivos móveis. Com o app gratuito para dispositivo móvel, eles poderão estudar quando e onde quiserem: em casa, em uma lanchonete na hora do almoço ou no trânsito. E, a propósito, não há problema se eles não tiverem sinal, digamos, em um avião. É possível fazer cursos offline; os dados de desempenho serão salvos no LMS quando o dispositivo for reconectado.

Passo 4: Avaliar os resultados

A capacidade de medir a eficácia da aprendizagem é uma das principais razões pelas quais mais e mais empresas estão começando com LMSs. Não importa quantos usuários você tenha — 5 ou 5.000 — com um LMS, você pode acompanhar o progresso deles em tempo real. Estatísticas detalhadas mostram quanto tempo os alunos passam estudando, assim como seus resultados.

Recursos do LMS

Não há acordo universal sobre o conjunto completo de recursos de um LMS padrão, mas, em geral, você pode dividir todos os requisitos de um LMS em recursos básicos e avançados:

  • Gerenciamento de usuários – esta função permite adicionar e editar usuários, atribuir-lhes funções e combinar alunos em grupos e organizações.
  • Gerenciamento do curso – esta função oferece materiais de aprendizagem. A entrega não se limita ao envio de cursos, mas corresponde a qual conteúdo vai para quem.
  • Acompanhamento do progresso – este recurso avalia o desempenho dos alunos. Você pode medir seu progresso em diferentes intervalos de tempo ou após o término do curso.

Recursos avançados de um LMS

  • Criação de conteúdo. Algumas plataformas de aprendizagem têm um editor integrado que permite criar testes e cursos simples.
  • Sala de aula ILT. Se você oferece aprendizagem combinada, seu LMS deve ser compatível com iniciativas de aprendizagem em sala de aula (por exemplo, gerenciamento de horários de sala de aula, monitoramento de frequência e desempenho, etc.).
  • Aprendizado móvel. A maioria dos LMSs permite que os alunos pratiquem a qualquer hora, em qualquer lugar e em qualquer dispositivo. Alguns deles têm apps móveis nativos onde os usuários podem visualizar os cursos, mesmo offline.
  • Aprendizado social. Se você deseja incentivar seus alunos a compartilhar seus conhecimentos, você precisa de um LMS com ferramentas sociais. Assim como as mídias sociais, eles permitem que você publique artigos, discuta as postagens de colegas e curta e compartilhe conteúdo.
  • Marca própria e personalização. Com este recurso LMS, você pode criar uma plataforma de aprendizagem totalmente exclusiva e manter a consistência da marca em sua experiência de e-learning.
  • Gamificação. Ao usar elementos de gamificação (pontos, prêmios, avaliações, emblemas e mais), você pode melhorar o engajamento e a motivação dos alunos para estudar mais.
  • Certificação. Algumas plataformas têm a opção de emitir certificados para usuários após a conclusão de um curso ou teste. Isso é especialmente útil para empresas que realizam certificações profissionais regularmente.
  • Integrações. Se você quiser manter os dados de sua empresa sincronizados com um LMS, você precisa de um sistema que seja compatível com integrações de terceiros, como Salesforce CRM, ferramentas de videoconferência e outros.
  • e-Commerce. Um LMS com uma opção de e-commerce permite que você venda cursos e acompanhe as vendas sem ter que integrar um back-end de e-commerce.
  • Notificações. As notificações ajudam os alunos a ficar por dentro de tudo: conclusões de cursos, tarefas, conquistas, comentários, eventos futuros e muito mais.
  • Ferramentas de colaboração. Alguns LMSs fornecem recursos de aprendizagem social, incluindo compartilhamento de conhecimento por meio de repositórios, mídia social e fóruns de discussão, além de conteúdo gerado pelo aluno e mentoria.
  • Biblioteca de cursos. Existem plataformas de aprendizagem com uma biblioteca integrada que contém cursos online prontos que cobrem diferentes tópicos.

Acompanhamento de LMS
Um LMS dá a você o poder de monitorar todos os aspectos da aprendizagem. Ao coletar e analisar dados, você pode entender se seu público está aproveitando ao máximo sua experiência de e-learning e se a qualidade de seu conteúdo é alta o suficiente.

É possível acompanhar e mensurar os resultados de treinamento com os relatórios LMS. As métricas e relatórios essenciais de aprendizagem normalmente incluem:

Progresso e ritmo de conclusão dos alunos

Essas métricas mostram como seus alunos individuais estão se saindo. Você pode ver se eles concluíram um curso com sucesso e acompanhar o quão longe eles chegaram. Por exemplo, cursos com altas taxas de não conclusão podem incentivá-lo a repensar o conteúdo.

Resultados da avaliação de e-learning

Essa métrica é um dos indicadores mais diretos de desempenho do usuário. Ela permite que você monitore as lacunas de habilidade e conhecimento à medida que os alunos concluem os cursos. Ao analisar as pontuações da avaliação, você pode entender se o curso é bom o suficiente ou se seus alunos precisam de mais informações sobre o tópico.

Visão geral do curso

Os relatórios de visão geral do curso fornecem uma imagem geral de como os usuários estudaram com sucesso uma parte específica do conteúdo. Você pode, por exemplo, acompanhar a porcentagem de alunos que concluíram um curso, quanto tempo eles precisaram para ver cada atividade e a pontuação média que obtiveram.

Níveis de satisfação

Um LMS normalmente permite que você conduza pesquisas de usuários, enquetes e questionários. Ao compilar dados, você pode avaliar a satisfação do aluno. Como eles se sentem sobre o design geral do curso? Há atividades suficientes? Essa métrica pode ajudar você a definir os prós e contras de sua estratégia de e-learning e, se necessário, tomar medidas para melhorá-lo.

Padrões de LMS 
Simplesmente falando, um padrão é um idioma que seus cursos de e-learning e seu LMS usam para se comunicarem.

Ao selecionar um padrão unificado para as ferramentas de criação e os LMSs significa que as informações serão compartilhadas com sucesso entre eles. O trainee pode ver os cursos confortavelmente e o instrutor pode acompanhar facilmente os resultados deles.

Vamos dar uma olhada em quatro padrões populares de e-learning:

AICC

AICC (Comitê de Treinamento Baseado em Computador da Indústria de Aviação) é o padrão técnico mais antigo. Ele permite que um curso transfira informações em formato HTTP. Embora este padrão não esteja mais evoluindo, existem alguns LMSs e ferramentas de criação que são compatíveis com AICC.

SCORM

SCORM (Modelo de Referência de Objeto de Conteúdo Compartilhável) é um padrão reconhecido por quase todas as plataformas de aprendizagem. Ele é usado para empacotar e-cursos baseados em questionários e requer o uso de um LMS compatível com SCORM. Dessa forma, o conteúdo de aprendizagem pode interagir com o sistema para rastrear o progresso do usuário. Cursos SCORM permitem que você construa uma estrutura clara, use diferentes partes do conteúdo como unidades autônomas e defina regras para alternar entre elas.

Como qualquer tecnologia, SCORM evoluiu ao longo dos anos. Atualmente, existem quatro versões diferentes: SCORM 1.0, 1.1, 1.2 e 2004. Antes de comprar um LMS, você precisa descobrir com qual(is) versão(ões) do SCORM ele é compatível.

xAPI (Experience API, Tin Can)

xAPI foi apresentado como uma versão de nova geração do SCORM, mas tem recursos mais amplos. Ao contrário do SCORM, que é construído nas comunicações entre um curso e um LMS, a xAPI não se limita a essas relações. Ele pode ser iniciado a partir de um dispositivo de armazenamento local ou integrado a um site WordPress padrão e permite que você envie dados, por exemplo, de um software de gerenciamento de talentos ou apps móveis.

Tin Can pode rastrear a maioria das atividades de aprendizagem, como aprendizagem em tempo real, aprendizagem offline, aprendizagem de longo prazo, aprendizagem experiencial e simulações.

сmi5

cmi5 é o padrão mais novo para LMSs. Resumindo, ele fornece todos os recursos do SCORM e do xAPI ao mesmo tempo e limita suas desvantagens.

Ao contrário de cursos SCORM, o conteúdo cmi5 pode ser visualizado em dispositivos móveis, mesmo offline. Os dados que este formato permite rastrear não são limitados: por exemplo, você pode obter estatísticas detalhadas sobre como os usuários visualizam PDFs, imagens e arquivos de áudio e vídeo. Assim como o xAPI, cmi5 possibilita estudar fora de um LMS e monitorar jogos e simulações, além de aprendizagem social e móvel.

Preços de LMS

Ao procurar por um LMS, você não pode evitar a questão financeira. Para escolher a melhor opção para sua empresa, veja quais modelos de preços existem e como eles funcionam.

Modelo de preços LMS
Pague-por-usuários-ativosPague-por-alunoPague-conforme-usoTaxa de Licença / Assinatura

Você paga por cada pessoa que usa ativamente o LMS durante cada ciclo de faturamento.

Você é cobrado por um número fixo de alunos, independentemente de eles serem ativos ou não.Você paga apenas pelo que usar — por exemplo, usuários e os cursos que eles fazem.Você paga uma taxa de licença mensal ou anual para o LMS. O preço normalmente varia, dependendo das funções incluídas.

Para se aprofundar em qual método de pagamento é mais adequado para você, consulte uma tabela de comparação completa dos modelos de preços mais comuns com exemplos de LMSs que os oferecem.

Existe uma maneira de testar um LMS?

É fácil descobrir se o treinamento com um LMS é adequado para você e sua empresa. Aproveite uma avaliação gratuita do iSpring Learn.

Lançar um centro de treinamento virtual com iSpring Learn leva não mais do que um dia. Você não precisa pedir aos técnicos para configurar o sistema — basta enviar seus materiais de treinamento, convidar colaboradores e acompanhar seu progresso.

Depois de criar e projetar seu programa de treinamento, você pode compartilhar seu conhecimento e até mesmo ganhar um pouco de dinheiro. Descubra como hospedar e vender seus cursos de treinamento online, quais plataformas online existem e como escolher a melhor que se adapta às suas necessidades de negócios.

iSpring Learn
LMS Corporativo para la Capacitación
de Empleados
Saber mais
 

Comece a criar cursos online de forma rápida e fácil