De 07 a 09 de Dezembro

Conferencia online gratuita

Treinamentos corporativos na prática — Tendências 2022

image/svg+xml image/svg+xml image/svg+xmlimage/svg+xmlimage/svg+xml Ensino híbrido: Definição, Modelos e Ferramentas Ensino híbrido: Definição, Modelos e Ferramentas Ensino híbrido: Definição, Modelos e Ferramentas Ensino híbrido: Definição, Modelos e Ferramentas Ensino híbrido: Definição, Modelos e Ferramentas Ensino híbrido: Definição, Modelos e Ferramentas Ensino híbrido: Definição, Modelos e Ferramentas Ensino híbrido: Definição, Modelos e Ferramentas

O que é ensino híbrido?

O ensino híbrido é uma abordagem de aprendizado que combina o treinamento presencial conduzido por um instrutor e atividades de aprendizado online. Ao contrário do método 100% e-learning, a parte online do treinamento não substitui o treinamento presencial com um professor; os professores incorporam a tecnologia para aprimorar a experiência de aprendizagem e ampliar a compreensão de determinados tópicos. Por exemplo, eles podem compartilhar um link para um vídeo e permitir aos alunos que assistam em casa, enviar sua revisão por e-mail para um professor e, em seguida, discuti-la em sala de aula.

Aqui estão mais alguns exemplos de como funciona:

Alguns exemplos de como hibridizar
AtividadeAbordagem presencialPara torná-la híbrido…
Os alunos trabalham em projetos em grupo.Os alunos se reúnem em uma sala de aula para participarem e contribuírem com o projeto.Os alunos usam programas de mensagens, comunidades online e gerenciadores de tarefas para planejarem seu trabalho e controlarem o fluxo. Eles também usam serviços de compartilhamento de arquivos (por exemplo, Google Docs) para contribuírem e compartilharem feedbacks sobre o projeto.
Os alunos praticam conversação em uma língua estrangeira em pares ou pequenos grupos.Os alunos são divididos em grupos durante a aula e falam sobre um tópico específico.Além de discutirem em sala de aula, os alunos usam os serviços online para troca de mensagens de texto e voz (por exemplo, o Discord).
AvaliaçãoOs alunos escrevem redações e fazem testes de meio período e exames finais.O progresso dos alunos é avaliado por suas estatísticas de atividade; eles fazem questionários e testes online, enviam arquivos digitais e participam de avaliações em duplas.

No entanto, seria um erro dizer que o aprendizado híbrido é apenas um treinamento ao vivo complementado com alguns recursos adicionais online.

Por que hibridizar?

Nos últimos anos, o rápido desenvolvimento da tecnologia causou um crescimento do e-learning em várias áreas. Temos visto cada vez mais conteúdos de aprendizagem online sendo disponibilizados a qualquer hora e em qualquer lugar, de qualquer tipo de dispositivo.

Para os colaboradores, no entanto, a digitalização oferece maiores oportunidades, não apenas para poder estudar durante o trajeto, 24 horas por dia, 7 dias por semana – sejamos honestos, esse recurso é mais apreciado pelos empregadores – mas sim para aprimorar suas habilidades em um ambiente amigável quando eles sentirem a necessidade. Essa plataforma de aprendizagem cheia de informações relevantes que está sempre ao seu alcance encoraja a proatividade nas pessoas: elas sentem o controle sobre seu aprendizado e adquirem habilidades de auto-organização.

Por outro lado, as empresas ainda têm alguns bons motivos para conduzir pelo menos parte do treinamento offline. Na aprendizagem híbrida, os alunos escolhem a hora e o local para o estudo autônomo, mas o ritmo é regulado por um instrutor e uma programação de atividades em sala de aula.

Além disso, para uma experiência de aprendizagem verdadeiramente transformadora, deve haver uma oportunidade de se afastar fisicamente do trabalho diário, desconectar e atualizar o conjunto de habilidades. Uma sessão offline bem organizada é uma chance de encontrar especialistas internos e externos, abraçar práticas de ponta, experimentar a cultura corporativa e interagir com colegas.

A integração perfeita entre offline e online é crucial para melhorar os resultados da aprendizagem.

Aprendizagem híbrida para infográfico de negócios

O aprendizado online é incorporado ao fluxo de trabalho e ajuda os colaboradores a obterem as informações certas no momento certo. O treinamento conduzido por instrutor permite que eles saiam de sua zona de conforto e voltem ao trabalho com uma nova perspectiva.

A Danone é uma empresa líder mundial em alimentos, com mais de 105.000 colaboradores em 55 países. Para permitir que os colaboradores sejam mais competentes e eficazes no trabalho, lançaram o programa “Um Dia de Aprendizagem”, que multiplicou as oportunidades de aprendizado para cada “Danoner”.

Este programa consiste em 4 aspectos:

Aprendizagem on-the-job: inclui conversas com líderes de equipe, coaching, mentoria e acesso a recursos de aprendizagem digital durante o trajeto.

Treinamento presencial: treinamentos internos, externos e workshops.

E-learning: e-cursos, aulas virtuais e jogos no Danone Campus 2.0, uma plataforma de aprendizado interna.

Networking: pessoalmente em mercados e campus, e virtualmente dentro da rede social Danone, comunidades e plataforma de aprendizagem.

Hoje, a plataforma de aprendizagem online conta com 69 mil visitantes únicos e o tempo médio de treinamento por colaborador é de 27 horas por ano.

Modelos de aprendizagem híbrida para treinamento corporativo

Neste momento, você pode estar pensando: “Ok, estou convencido. Vamos colocar o aprendizado híbrido em prática na minha empresa.” Mas a coisa mais difícil sobre o lançamento do aprendizado híbrido é que a técnica é extremamente flexível. A variedade de estratégias, ferramentas e o equilíbrio de tudo provavelmente farão com que, até mesmo profissionais de aprendizagem experientes, se sintam oprimidos e confusos.

Gostaríamos de destacar quatro modelos que consideramos os mais adequados para uso corporativo:

4 Modelos de Aprendizagem Híbrida Para Treinamento Corporativo

1. Modelo de aprendizagem presencial

Este modelo é o mais próximo do treinamento tradicional em sala de aula. Essa abordagem geralmente significa que nem todos na classe farão um treinamento online adicional, pois ele visa principalmente as necessidades individuais dos alunos que estão se esforçando ou gostariam de ir além.

2. Modelo de aprendizagem online

Este modelo está em oposição direta ao estudo tradicional, uma vez que depende totalmente da entrega digital do treinamento. Ele combina o treinamento síncrono (webinars ao vivo, sessões de treinamento online, etc.) e o treinamento assíncrono (estudo individualizado de cursos eletrônicos). Com o modelo de aprendizagem online, geralmente não há necessidade de reuniões presenciais ao vivo, mas elas também podem ser organizadas quando necessário.

3. Modelo rotativo

Este modelo envolve a divisão de um grupo de alunos em grupos menores para realizar diferentes tipos de tarefas em diferentes estágios por turnos. Ele permite que alunos com diferentes tipos de estilos de aprendizagem obtenham o máximo benefício do treinamento.

Modelo rotativo de aprendizagem híbrida

4. Sala de aula invertida

O lema deste modelo é “aprendizagem online, aplicação offline”. No caso de uma sala de aula invertida, as aulas teóricas e os elementos práticos do dever de casa são invertidos. Os alunos estudam novos conteúdos em casa antes da aula, e o tempo em sala é dedicado ao aprendizado ativo e à aplicação das habilidades recém-aprendidas. Isso pode ser feito na forma de discussões, estudos de caso ou trabalho em projetos. A tarefa dos instrutores é orientar os alunos respondendo a perguntas e apoiando-os na aplicação dos conceitos do curso. 

Estudo de caso da Intel

A Intel é um fabricante de semicondutores de alta tecnologia que utiliza milhares de técnicos de manufatura para operar e manter suas fábricas. O curso inicial de 12 dias exigido para os técnicos da Intel resultou em 16 dias de inatividade da ferramenta. Eles conseguiram o curso em uma solução híbrida que resultou em uma redução do tempo dos técnicos longe da fábrica e o tempo de inatividade da ferramenta de produção resultante em 60%, bem como um ROI de 157%.

O plano consistia em três etapas:

Etapa 1: treinamento baseado na Web

Um curso eletrônico interativo autônomo com texto, mídia e simulações. Esta etapa fornece aos alunos um conhecimento básico dos componentes do equipamento.

Etapa 2: treinamento conduzido por Instrutor

Um curso tradicional em sala de aula ministrado por um instrutor que fornece aos alunos o conhecimento avançado e as habilidades críticas necessárias para operar o equipamento.

Etapa 3: Manutenção Preventiva Gerenciada

Seis meses de treinamento prático no trabalho para se acostumar a solucionar problemas e treinar habilidades psicomotoras.

Quais ferramentas são necessárias para hibridizar?

A última coisa que alguém precisa fazer é começar a usar a tecnologia logo de cara, apenas por usar a tecnologia. O aprendizado híbrido não funciona dessa maneira. No entanto, se você está no início de seu projeto, provavelmente precisará de pelo menos algumas dessas ferramentas.

1. Plataforma de aprendizagem em nuvem

Os sistemas de gerenciamento de aprendizagem (LMSs) são usados ​​para armazenar materiais de treinamento, entregá-los aos alunos e gerar relatórios que o ajudam a verificar se o treinamento foi bem-sucedido. Alguns LMSs só podem fornecer aos alunos cursos eletrônicos atribuídos (o chamado aprendizado assíncrono); outras soluções são capazes de conduzir sessões de treinamento online ao vivo, como webinars, por exemplo. Se você é novo no e-learning, existem três regras básicas ao escolher um LMS:

  1. Escolha facilidade de uso acima do resto. Quanto mais intuitiva uma solução for, maior será a probabilidade de ela ser adotada por instrutores e colaboradores e mais rápido você poderá começar.
  2. Escolha uma solução que permita começar pequeno. É por isso que recomendamos fortemente que você escolha um LMS em nuvem. No início, é melhor escolher um LMS que não exige muitos investimentos iniciais, como contratação de técnicos para configurá-lo, pagar pelo treinamento de configuração ou comprar módulos adicionais caros para poder usá-lo corretamente.
  3. Escolha uma solução que forneça a seus alunos um aplicativo móvel. Ser capaz de estudar em qualquer dispositivo é crucial para o sucesso de um projeto de aprendizado híbrido.

O iSpring Learn LMS é um exemplo de LMS que corresponde aos critérios mencionados acima. Precisa de apenas alguns cliques para criar sua plataforma de aprendizagem, carregar o conteúdo de treinamento e adicionar alunos. Você terá acesso a todos os recursos que o LMS oferece e só pagará pelos usuários ativos. Além disso, existem aplicativos móveis nativos gratuitos para iOS e Android que permitem que seus alunos estudem quando e onde quiserem.

2. Coleção de recursos de aprendizagem

Este tópico merece outro artigo, portanto, lembre-se de que o conteúdo é rei e você precisará se esforçar para criar uma coleção de materiais de aprendizagem que complemente efetivamente o treinamento ao vivo.

A boa notícia é que você pode aproveitar o que já possui. Por exemplo, com o kit de ferramentas de criação iSpring Suite, você pode facilmente transformar apresentações existentes em e-cursos com questionários e outros elementos interativos.

A má notícia é que você ainda terá que gastar algum tempo fazendo um inventário e descobrindo o que é possível renovar e reutilizar e o que você precisa criar do zero. É conveniente fazer isso com um mapa mental, um método usado para organizar visualmente as informações.

Inventário de conteúdo de aprendizagem

Com o inventário de conteúdo de aprendizagem visualizado, é fácil determinar onde você precisa concentrar seus esforços.

3. Ferramenta de criação de cursos

Para um aprendizado híbrido eficaz, é essencial ter uma ferramenta de criação de cursos. Dada a natureza flexível e personalizável da aprendizagem híbrida, a ferramenta deve permitir que você crie e atualize rapidamente itens de aprendizagem digital com questionários, vídeos e simulações interativas sem muito trabalho extra.

Aqui estão as quatro ferramentas de criação de e-learning mais populares do mercado:

  • iSpring Suite
  • Articulate 360
  • Adobe Captivate
  • Lectora Inspire

O iSpring Suite é um poderoso complemento ao PowerPoint, enquanto os outros são soluções independentes. Cada um deles tem seus próprios pontos fortes; você pode aprender mais sobre eles nesta comparação detalhada de ferramentas de criação no blog do iSpring. Resumindo, recomendamos que você experimente cada um deles durante o período de teste gratuito e escolha aquele que é mais fácil de usar, já que a capacidade de criar conteúdo de aprendizagem rapidamente é provavelmente uma das partes mais importantes do aprendizado híbrido.

Você também pode precisar de algum equipamento além de somente um computador para criar cursos online. No kit de ferramentas do iSpring Suite, por exemplo, existem ferramentas para gravar aulas de vídeo, screencasts e narrações de áudio, então você precisará de uma webcam (se você não for obcecado por alta qualidade, uma embutida servirá) e um microfone.

4. Ferramentas de colaboração

Trabalhar, comunicar-se e fazer networking com outras pessoas acelera o compartilhamento de boas práticas e promove uma cultura de colaboração. O aprendizado híbrido permite que os alunos cooperem além da sala de aula.

Existem muitos serviços gratuitos que o ajudarão a construir uma comunidade de aprendizagem forte. Aqui estão apenas algumas ideias do que você pode usar.

Google Docs, planilhas e apresentações. É como o MS Office, mas permite que um grupo de pessoas trabalhe coletivamente em um único documento, troque comentários, edite e veja o histórico de alterações.

Trello. Esta é uma ferramenta online de gerenciamento de projetos baseada em Kanban cards. Com sua ajuda, é fácil coordenar o trabalho de todos e rastrear o status das tarefas.

5. Redes sociais

Facebook. Crie grupos no Facebook para facilitar o trabalho em projetos de grupo, além de iniciar discussões e incentivar a comunicação informal.

Twitter. Troque mensagens instantâneas curtas, execute sessões de perguntas e respostas em tempo real, poste links e multimídia, compartilhe feedback e faça anúncios.

Pinterest. Crie e compartilhe painéis e ideias visuais.

6. Bate-papos

Discord. Este serviço da web está posicionado como uma ferramenta de chat de voz e texto para gamers, mas também é excelente para conduzir sessões de treinamento online em tempo real para grupos de alunos, bem como consultas em grupo.

Telegram. Este é um app para troca de mensagens que permite criar canais públicos e privados (você escreve, outros leem) ou grupos (todos podem escrever). No Telegram, você também pode usar bots especiais para criar enquetes ou adicionar botões de reação.

Botões de reação no telegram

Exemplos de botões de reação

Conclusão

Quando falamos em digitalização, um dos primeiros exemplos que surge é a Amazon ou o Uber, onde a tecnologia online mudou o mercado. Ao mesmo tempo, esses serviços online estão fortemente ligados à experiência offline dos usuários. O aprendizado híbrido também. Requer que você encontre um equilíbrio delicado entre o treinamento em sala de aula e o e-learning.

O treinamento corporativo percorreu um longo caminho, desde workshops para aprendizes até universidades corporativas. Ainda assim, não há como saber com certeza a priori se o treinamento offline, o treinamento online ou uma combinação de ambos serão eficazes no seu caso. O treinamento eficaz é e sempre foi centrado no aluno; seja qual for a estratégia que você escolher, você não errará ao colocar seus alunos acima de tudo e, em seguida, otimizar o resto à medida que avança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

iSpring Suite
Ferramenta para criar cursos perfeitos
Saber mais
 

Comece a criar cursos online de forma rápida e fácil